fbpx

7 Modos que ajudam a eliminar dor no joelho e articulações naturalmente

Dor no joelho é horrível. Quando você está sentado, pulsa. Quando está de pé ou caminhando, pulsa e range. Nossas articulações são a motivo pelo qual nos movimentamos, mas quando elas doem, tudo dói. Dor articular pode ser causada por uso excessivo, tensão ou distensão, artrite ou simplesmente pelo envelhecimento.

Mas independente da causa, você precisa de alívio. Seu médico irá provavelmente receitar um tratamento, mas se seu problema for crônico em vez de temporário, você pode acabar tomando uma quantidade pesada de medicamento por um período muito maior do que gostaria.

Ou talvez você queira explorar as formas naturais de controlar a dor articular antes de sofrer os efeitos colaterais consideráveis que acompanham os medicamentos.

Nós lhe ajudaremos com 7 formas totalmente naturais de controlar a dor no joelho e articulações.

1. Uso do método de RICE

RICE é um acrônimo para uma série de ações que pode ajudar a controlar a dor e reduzir a inflamação que causa a dor. É comumente recomendado para tensões e distensões, mas também pode ajudar as pessoas com condições crônicas como a artrite.

RICE significa:

  • Repuoso
  • Gelo (Ice, em inglês)
  • Compressão
  • Elevação

Quando você tem um episódio de dor no joelho ou articulação, independente da causa, é importante deixar a área dolorida em repouso. Evitar por um tempo o uso de uma articulação dolorosa e manter a área afetada elevada o maior tempo possível. Isso previne que líquido se acumule e cause mais inchaço.

Aplique uma compressa fria algumas vezes por dia. Isso pode diminuir a inflamação e anestesiar a dor. Uma atadura compressiva previne o retorno do inchaço, mas pode não pode apertar muito ou deixar muito frouxo.

Você tem que sentir certa quantidade de compressão na área, mas não muita a ponto de cortar a circulação.

2. Tai chi ou yogo

É isso mesmo, acabamos de dizer para deixar as articulações dolorosas em repouso, mas agora vamos falar para você exercitá-las mais. Basicamente, você deve repousar a articulação no período mais intenso da inflamação e dor, mas garantir que a área toda não se degenere.

Faça exercícios de baixo impacto o máximo que puder para melhorar a flexibilidade e fortalecer as articulações, bem como os tecidos próximos.

Tai chi e  yoga são ótimas opções, porque focam na conexão entre a mente e o corpo. Ambos são  sobre consciência e movimento. São práticas que ajudam a aumentar a amplitude de movimento, e a meditação também pode ajudar você a lidar com a dor crônica.

3. Perda de peso

Se você já está no seu peso ideal ou abaixo dele, sinta-se à vontade de pular para o próximo item. Mas se você poderia perder alguns quilos, suas articulações dolorosas são um motivo a mais para começar agora. Quanto mais peso suas articulações precisam sustentar, maior a tensão e danos elas vão sofrer.

Nunca é fácil perder peso. Nossos hábitos alimentares estão muito enraizados, e comida pode ser um ótimo conforto nos momentos de dor e estresse. Mas certos alimentos também podem piorar sua dor articular, especialmente se a causa dela for artrite.

Tente seguir uma dieta favorável para a artrite, composta por alimentos integrais que reduzem a inflamação – a redução imediata na dor pode facilitar a manutenção da dieta, para perder aqueles quilinhos gradualmente.

4. Pomada herbal

Cremes que podem ser comprados sem receita médica incluem salicilato para alívio da dor.

Os cremes são relativamente seguros de usar, a menos que você tenha uma sensibilidade ao salicilato (também encontrado em várias formas nos tratamentos para verrugas e caspa). Contudo, eles podem ser completamente desnecessários diante de uma descoberta feita por um grupo de pesquisadores no Paquistão.

O estudo foi publicado no Pakistan Journal of Biological Sciences e mostrou que uma pomada herbal feita com canela, gengibre, goma-arábica (almécega), e óleo de sésamo funcionou tão bem quanto os cremes de salicilato no controle da dor articular local.

5. Casca de salgueiro

Casca de salgueiro é às vezes chamada de “aspirina da natureza” Isso faz sentido, considerando que o componente que tira a dor nada mais é do que a salicina, a qual é convertida em ácido salicílico no corpo. O extrato da casca de salgueiro pode ser encontrado em cápsulas, tinturas, e chás, embora algumas pessoas prefiram simplesmente mastigar a casca.

Não ingira casca de salgueiro se você for alérgico à aspirina ou está tomando anticoagulantes. Caso contrário, os efeitos colaterais potenciais são limitados e leves.

Embora alguns estudos tenham determinado a eficácia da casca de salgueiro no alívio da dor, pesquisas adicionais estão em andamento para aprendermos mais sobre um remédio que já é usado há mais de 4.000 anos!

6. Extrato de gengibre

Gengibre é uma especiaria popular usado na culinária, usado como suplemento alimentar e também em pomadas tópicas (tal como mencionamos anteriormente).

Gengibre é popular para o alívio de náusea e dor, e um estudo realizado com pessoas que sofrem de artrite constatou que o uso combinado de gengibre e medicamentos prescritos reduzia mais a dor do que quando o medicamento era usado isoladamente.

Os benefícios são os mesmos quando o gengibre é usado fresco ou em pó, então recomendamos que você faça um estoque na sua despensa. Gengibre pode ser uma salvação quando você está sofrendo de qualquer tipo de dor.

7. Termoterapia

O calor é outro analgésico natural bom, pois ele relaxa os músculos e ajuda a evitar que as articulações encalhem. O calor é geralmente usado junto com a terapia a frio, pois eles se complementam muito bem.

O frio é mais eficaz quando usado nas primeiras 24 horas de uma piora na dor, pois ele reduz a inflamação de forma significativa. O calor pode então amenizar a dor residual e te manter o mais flexível possível.

Você pode usar o calor o quanto quiser, mas aplique uma bolsa quente sobre suas roupas ou uma toalha para não queimar sua pele. Você também deve ficar atento à sua temperatura corporal, parando parar quando começar a se sentir muito quente. Por esse motivo, não recomendamos o uso de aquecedor durante a noite.